quarta-feira, 16 de setembro de 2020

QUANDO DEUS NOS CHAMA

- A vida de Abraão nos mostra que a vida cristã começa com uma chamada para salvação e prossegue com uma chamada para o serviço no reino.

1. QUANDO DEUS NOS CHAMA ELE ESTABELECE GRANDES MUDANÇAS. Gn 12:1: “Ora, disse o SENHOR a Abrão: Sai da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai e vai para a terra que te mostrarei”.Ao chamar Abraão Deus estabelece grandes mudanças em sua vida. Primeiro o tira de uma zona de conforto. Ele estava confortavelmente em sua terra, Deus o chama para ir a um lugar totalmente desconhecido. Deus diz: “vai para a terra que te mostrarei…”. Abraão não sabia para onde iria. Tinha apenas uma convicção: Iria com Deus.

- Quando Deus chamou Saulo na estrada de Damasco, estabeleceu grandes mudanças em sua vida. O perseguidor dos cristãos, passou a ser perseguido, o grande inimigo da igreja, passa agora a ser seu maior defensor. Quando Deus chama, Ele realiza grandes mudanças.  Precisamos estar preparados para isso.

2. QUANDO DEUS NOS CHAMA, TAMBÉM PROMETE ABENÇOAR AOS QUE O SERVEM - Gn 12:2: “… de ti farei uma grande nação, e te abençoarei, e te engrandecerei o nome. Sê tu uma bênção!” Deus promete abençoar Abraão e engrandece-lo. Mas havia uma condição. Ele teria que servir e obedecer ao Senhor.

Compensa servir a Jesus? Na parábola dos talentos. Os servos fieis recebem a recompensa. Eles ouvem o Senhor dizer: Servo bom e fiel, foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei. Entra no gozo do Senhor.

Mt 19:29 “E todo aquele que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou terras, por amor do meu nome, receberá cem vezes tanto e herdará a vida eterna.”

3. QUANDO DEUS NOS CHAMA, ELE ESTENDE SUA PROTEÇÃO
Gn 12:3: “Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; em ti serão benditas todas as famílias da terra.” Quando Deus chama, Ele estende sua proteção sobre a vida daqueles que o servem. Deus diz a Abraão que abençoaria os que o abençoassem e amaldiçoaria os que o amaldiçoassem. Uma das grandes estratégias de Satanás contra aqueles que servem ao Senhor é nos atingir por meio de circunstâncias.

Na biografia do avivalista John Wesley há um exemplo disso: "Wesley fazia muitas viagens arriscadas. E certa vez ele atravessava, a cavalo, uma floresta, levando consigo muito dinheiro que o tinham incumbido de entregar. De repente, foi tomado por uma sensação de grande perigo. Ele desceu de seu cavalo e começou a orar fervorosamente. E nada aconteceu. Os malfeitores fugiram. Anos depois um dos bandidos confessou que pretendia roubar o dinheiro que John Wesley levava. Ele disse que viu quando Wesley desceu do cavalo e se ajoelhou. Então Ele viu ao lado de Wesley um homem de grande estatura totalmente armado. Essa visão amedrontou os bandidos, que desistiram de fazer o mal. Ele mesmo é que contou o fato a Wesley. Como se explicar o caso? Um anjo de Deus assim agiu defendendo Wesley.

Deus é a defesa daqueles que trabalham a seu favor. O salmista declara isso em Sl 62:2: “Só ele é a minha rocha e a minha salvação; é a minha defesa; não serei grandemente abalado.”

Será que podemos negligenciar sua chamada? Será que temos o direito de vivermos como filhos que não estão produzindo frutos. Lembremos daquilo que Jesus nos diz: “Todo ramo que estando em mim, não der fruto, ele o corta; e todo o que dá fruto limpa, para que produza mais fruto ainda.” (Jo. 15:1-2)

Assim, se estamos em Cristo tenhamos consciência que fomos chamados para produzir cada vez mais frutos.

Transcrito Por Litrazini
Graça e Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário