quarta-feira, 21 de outubro de 2020

A UNIVERSALIDADE DO PECADO


"Pelo que, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens, por isso que todos pecaram”: Rm 5.12. “Pois todos pecaram e destituídos estão da Glória de Deus”: Rm 3.23 

Todos os homens cometem atos de pecado, consciente ou inconscientemente, e são por eles responsáveis. É terrível a descrição que o Apóstolo Paulo faz da humanidade pecadora em Rm  3.10 a 18! 

AS CONSEQUÊNCIAS DO PECADO

Nós nascemos pecadores.“Certamente em iniquidade fui formado; e em pecado me concebeu minha  mãe.”: Sl 51.5. A separação do homem de Deus é a primeira consequência dos nossos pecados: “... as vossas iniquidades fazem a divisão entre vós e o vosso Deus, e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça”:Is 59.1,2. 

Mas o homem não apenas passa pela morte espiritual Ele também tornou-se FISICAMENTE MORTAL. A MORTE FÍSICA diz respeito à separação da alma do corpo.“: Ecl. 12.7. Em Rm 6.23: “Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus, nosso Senhor”. O Remédio?  É dom gratuito de Deus.

CONVICÇÃO DE PECADO

A Bíblia afirma que o homem é responsável pelo seu pecado e, a nossa consciência também afirma isto quando pecamos. Veja a experiência do Salmista, o que ele sentia nos :

Pois já as minhas iniquidades ultrapassam a minha cabeça; como carga pesada são demais para as minhas forças”: Sl 38.4 – O Salmo 51.1 a 4 diz: “..Lava-me completamente da minha iniquidade, e purifica-m.e do meu pecado. Pois eu conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim."

Além do Salmista, muitos outros servos de Deus, reconheceram-se pecadores. Veja em Js 7.20 (Acã); ISm 15.24 (Saul); Lc 15.21 (Filho pródigo). Mas, entre todos, foi o Apóstolo Paulo, um grande homem de Deus, que reconheceu a força e o poder do pecado sobre a sua vida. Rm 7.18 a 25.

CONFISSÃO E PERDÃO DE PECADOS 

Quem comete o pecado é do diabo, porque o diabo peca desde o princípio. Para isto o Filho de Deus se manifestou para desfazer as obras do diabo”: I João 3.8. O cristão é um ser humano sujeito a cair, tem falhas e erros comuns a todos, porém ele é vencedor sobre o pecado. 

Biblicamente, tão importante quanto reconhecer nossos pecados, é confessá-los a Deus. Sl 32.3 a 5 – “Enquanto me calei, envelheceram os meus ossos pelo meu bramido o dia todo. Pois, de dia e de noite, a tua mão pesava sobre mim; o meu humor se tornou sequidão de estio. Confessei-te o meu pecado, e a minha maldade não encobri. Disse: Confessarei ao Senhor as minhas transgressões, e tu perdoaste a culpa do meu  pecado”

Lidiomar T. Granatti / Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário