domingo, 28 de fevereiro de 2021

RELACIONAMENTO DO OLEIRO COM O BARRO

Mas agora, ó Senhor, tu és nosso Pai; nós o barro e tu o nosso oleiro; e todos nós a obra das tuas mãos. (Is.64.8)

“...Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na minha mão, ó casa de Israel”. (Jr. 18.4-6)

Quando vimos a Jesus pela primeira vez, a nossa vida espiritual não tem muita forma.

Submetemo-nos a Jesus como nosso Senhor e Salvador e começamos a pedir a Deus que molde as nossas vidas de acordo com a Sua vontade. "... nós somos o barro, tu és o oleiro. Todos nós somos obra das tuas mãos"

Como pedaço de barro podemos deixar-nos moldar e transformarmo-nos no produto que o oleiro tinha em mente nós sermos, no entanto não podemos expressar o nosso amor para com Ele.

Não podemos experimentar nenhuma espécie de intimidade se permanecermos neste nível de relacionamento.

Um pedaço de barro está baseado na maneira como pode ser usado. Quando ficamos completos e descobrimos que Deus nos pode usar, sentimo-nos bem conosco próprios.

Mas quando fazemos algo errado ou não temos um propósito claro, sentimo-nos culpados e distantes de Deus.

Frequentemente, nos escondemos porque pensamos que Ele está zangado conosco por causa das coisas erradas que fazemos.

Efésios 2:10 diz "Porque somos criação de Deus realizada em Cristo Jesus para fazermos boas obras as quais Deus preparou antes para nós as praticarmos."

Esta escritura está afirmando que é importante nós submetermo-nos a Deus e permitir que Ele transforme as nossas vidas em algo que Lhe traga glória.

No entanto Ele não quer que o nosso relacionamento fique estagnado neste nível. Ele que continuemos a crescer mais profundo na nossa intimidade.

Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário