domingo, 28 de março de 2021

A UNIDADE DA IGREJA, DO CORPO DE CRISTO

 É a pregação mais contundente de um evangelho eficaz. É o indício de que ele tem o poder de unir e reunir em torno de si pessoas com diferenças sócio econômicas, e indivíduos de raça, língua e cor diversas.

Assim viviam os primeiros cristãos, depois que o Espírito Santo foi derramado sobre eles

Quando não existe essa unidade na igreja, pouco adianta ter a melhor doutrina e o púlpito mais preparado.

Por melhor que seja a pregação, o mundo não vai dar crédito a ela, nem vai crer que Jesus é o elo que une um ao outro e todos a Deus?

Precisamos dar ouvidos à severa exortação da Palavra de Deus que diz: “Vivei, acima de tudo, por modo digno do evangelho de Cristo, para que, ou indo ver-vos ou estando ausente, ouça, no tocante a vós outros, que estais firmes em um só espírito, como uma só alma, lutando juntos pela fé evangélica; e que em nada estais intimidados pelos adversários...” (Fl. 1.27,28).

A união em torno da pessoa de Jesus é uma das armas mais poderosas que Deus concedeu à sua igreja. Unidos, os cristãos podem desarticular e fazer estremecer as bases do inferno.

O mais triste é que o diabo sabe disso e mobiliza uma boa parte do seu exército para causar divisão, facção, desunião, atrito, malquerença, etc. E os cristãos, de modo geral, ainda não acordaram para essa realidade.

Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz


Nenhum comentário:

Postar um comentário