sábado, 5 de junho de 2021

FORTALECIMENTO E CORAGEM

Aristóteles dizia que a vitória sobre si mesmo, sobre seus próprios desejos, fazia do homem mais corajoso que os vencedores nas batalhas. Domínio Próprio deve ser a prática normal da vida cristã.

Domínio próprio expressa autocontrole, autodisciplina, temperança e moderação. Devemos buscar no Espírito Santo forças para nos controlarmos.

Para um rio violento gerar energia é necessário que seja represado, contido. Para usar-se um cavalo precisa-se antes domesticá-lo, doma-lo.

Nós recebemos autoridade na terra, como Igreja de Jesus. Saibamos usar dessa autoridade a começar por nós mesmos. Auto controle no agir, no falar e alimentar-nos de palavras que edificam e não destroem.

Refere-se ao fortalecimento interno. É também disciplina, porém ela não procede de fonte exterior. Não pode ser conquistado mediante exercício e treinamento. Pelo contrário é fruto do Espírito

O domínio aplicado ao cristão abrange as áreas do corpo, da alma e do espírito.

Um dos elementos para fortalecer a ter o domínio do corpo é o jejum, o corpo deve ser servo, não senhor. É preciso ter igualmente domínio no comer e no beber e evitar excesso de sono e luxos.

A temperança (negar-se a si mesmo) é justamente isso: reprimir sentimentos, emoções e desejos carnais, egoístas e destrutivos, e agir mais de acordo com os pensamentos.

Domínio próprio, portanto, é a capacidade efetiva que o cristão deve ter de controlar seu corpo e sua mente, como aprendemos também com Paulo, “Na nossa carne, não habita bem nenhum, pois o querer o bem está em cada um de nós; não, porém, o efetuá-lo, porque não faço o bem que prefiro, mas o mal que não quero, esse faço” Rm.7.18-19.

“Por isso, parecemos, por vezes, em cidades derrubadas, pois que cidade que não tem muros, assim é o homem que não tem domínio próprio” Pv.25:28.

Podemos ser menores que as circunstâncias, mas Deus é maior do que elas. Embora seja difícil, é assim que devemos crer. Autocontrole é manter a esperança no Senhor da vida.

Nós, discípulos de Jesus devemos dar lugar em tudo ao Espírito Santo, nas atitudes, nas palavras, nas ações e comportamentos.

Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

Nenhum comentário:

Postar um comentário