terça-feira, 21 de setembro de 2021

JEOVÁ JIRÉ - O SENHOR QUE PROVÊ

Por meio de Jesus quando removeu a maldição da lei, todas as riquezas de Deus passaram a pertencem àqueles que entram na nova aliança, riquezas essas que suprem todas as necessidades imagináveis nesta vida.

Pelo que lemos em Gálatas 3.14, Cristo nos remiu da maldição da lei para que pudéssemos receber as bênçãos de Abrão.

Em Gênesis 24.1 vemos que Deus abençoou Abraão em todas as coisas.

Paulo apresenta o seguinte argumento: “Aquele que não poupou a seu próprio Filho, antes, por todos nós o entregou, porventura não nos dará graciosamente com ele todas as cousas?” (Rm 8.32)

Em Dt 28 encontramos a enumeração das bênçãos que Deus derrama sobre os que lhe obedecem, e que podemos receber por intermédio de Jesus Cristo.

Deus abençoará nossos filhos e bens materiais (V.4); fará com que sejam derrotados nossos inimigos (V.7); determinará que nossos celeiros sejam abençoados bem como tudo que fizermos (V. 8).

Ele abrirá seu bom tesouro para nós de modo que sempre tenhamos para emprestar a outros e nunca precisamos tomar emprestado (V.12).

Seremos bem sucedidos em tudo, pois Deus nos porá por cabeça e não por cauda; estaremos por cima, e não por baixo (V.13).

Contudo, se o povo que se acha em aliança com ele não lhe obedecer e não andar em seus caminhos, ele afirma que repreenderá tudo aquilo em que puserem as mãos, e permitirá que sejam assolados por maldições, confusão, pobreza, fracasso e pestes (Dt 28.15-45)

Como vimos, então, Jesus levou sobre si a maldição de nosso fracasso e incapacidade, e se tornou fonte de sucesso e bênçãos para nós; ele é o nosso Jeová Jiré. “O Senhor que provê”, ou “O Senhor proverá (Gn. 22.14)

Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

Nenhum comentário:

Postar um comentário