quinta-feira, 23 de setembro de 2021

UMA MINA DE RIQUEZAS

Ninguém menor que o Senhor Jesus Cristo declarou que as escrituras são “a verdade” (Jo 17:17).

O Senhor Jesus Cristo baseou na Palavra todo o seu ensino. Citava frequentemente. As vezes fazia a pergunta: “Que está escrito...?” (Lc 10:26). “Nunca lestes nas Escrituras?” (Mt 21:42). “Errais não conhecendo as Escrituras” (Mt 22:29). “A Escritura não pode falhar” (Jo 10:35).

Elas nos dão a origem do mundo e do homem. E o relato dessa origem não pode ser contestado mesmo neste nosso tempo de grande luz científica.

Com efeito, a verdadeira Ciência e as Escrituras devem sempre estar de acordo.

As Escrituras dão-nos uma idéia fiel da natureza humana. Revelam também o destino do homem e do mundo em que vivemos. Nenhum outro livro contém revelações como as Escrituras.

Acima de tudo, as Escrituras encerram uma mensagem que vem ao encontro das necessidades do homem, que satisfaz os anelos da alma.

Falam-nos de um Deus que nos criou, um Deus que é nosso Pai celeste, que nos ama e se interessa por nós.

Na verdade, seu grande tema e a pessoa do Senhor Jesus Cristo, que elas apresentam como o nosso divino Ajudador. Aquele que está conosco nas horas mais difíceis. Falando das Escrituras, Ele disse: “São elas que testificam de mim” (João 5:39).

Como o Céu está semeado de estrelas, assim está o grande Livro cheio de passagens como estas: “Porque desde a antiguidade não se ouviu, nem com ouvidos se percebeu, nem com os olhos se viu Deus além de Ti, que trabalhas para aquele que nEle espera” (Isaías 64:4).

“Porque Deus ao mundo de tal maneira que deu Seu Filho unigênito, para que todo o que nEle crer não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16).

Alguém escreveu sobre as Escrituras: “Elas contem luz para te dirigir, alimento para te sustentar, e conforto para te animar.

São o mapa do viajante, o bordão do peregrino, a bússola do piloto, a espada do soldado, o modelo do cristão.

Nelas o paraíso é restaurado, o Céu aberto, as portas do inferno descobertas.

Cristo é o seu grande assunto, nosso bem o seu propósito, e a glória de Deus o seu fim.

Elas devem encher a mente, governar o coração e guiar os pés.

São uma mina de riqueza, um paraíso de glória e um rio de prazer.

Elas te são dadas nesta vida, serão abertas no Juízo Final, e lembradas para sempre.

Envolvem as mais altas responsabilidades, galardoarão o maior serviço, e condenarão a todos os que zombam de seu sagrado conteúdo”.

Adail Campelo de Abreu

Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

Nenhum comentário:

Postar um comentário