terça-feira, 11 de outubro de 2011

A Face do medo


Não to mandei eu? Sê forte e corajoso; não temas, nem te espantes, porque o Senhor teu Deus é contigo, por onde quer que andares. Josué 1:9

Já percebeu com que freqüência a questão do medo apare­ce quando Deus está preparando seu povo a avançar mais em nome dele?

Você vai encontrá-lo nas conversas de Deus com Abraão, Jacó, Moisés, Gideão e Davi, bem como nas conversas de Je­sus com os discípulos. "Não temam", ele repetiu muitas ve­zes depois da ressurreição. Quando os enviou a virar o mundo de cabeça para baixo, disse: "Eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século" (Mt 28:20).

Os sentimentos de medo e do ato de transpor uma nova fronteira estão juntos, não estão?

As palavras do versículo de hoje foram enunciadas por Deus para Josué em um momen­to fundamental de sua vida. No dia seguinte Josué conduzi­ria o exército israelita na travessia do Jordão. Exatamente do outro lado do rio Jordão estava a Terra Prometida, e cada centímetro dela seria disputada por um inimigo superior.

Mas Deus sabia que os temores de Josué e as crenças errôneas nas quais se baseavam eram os primeiros inimigos que ele teria de enfrentar na luta, e talvez os mais perigosos.

Percebi que os temores que nos impedem de fazer mais para Deus são quase sempre fundamentados numa inverdade — uma pressuposição enganosa a respeito de nós mesmos, nos­sas condições ou Deus — que nos mantém afastados do me­lhor que Deus tem para nós.

Por exemplo, um medo em que muitos caem baseia-se numa seqüência de mentiras: Minha realização depende de mim. Minha segurança depende de mim. Meu sucesso depende de mim. Ainda que as emoções sejam despertadas por essas mentiras, será que realmente cremos nelas? Não.

Na realidade temos vários motivos para acreditar no contrário. As promessas pes­soais de Deus, sua fidelidade através dos tempos e nossas experiências de vida, tudo se soma a uma seqüência de verda­des inegáveis: Quando Deus me lidera, ele provê. O que Deus exi­ge, ele me capacita a fazer.

É muito mais inteligente depender de Deus do que de mim.

Aqui está uma mentira comum que impede muitos de avançar para Deus: Eu não sentiria medo se estivesse fazendo o que Deus quer que eu faça. Portanto, se sinto medo, Deus não pode estar nisso.

Será que esse tipo de medo está afastando você das bên­çãos e da influência que tanto deseja?

Observe de novo e descubra a origem das mentiras operando:

 Você está fundamentando suas conclusões nos senti­mentos.

Está comparando sentimentos indesejáveis de medo com uma idéia ruim.

Está concluindo que a presença do medo se iguala à falta de coragem ou fé para prosseguir.

Tudo isso é mentira!

Deus cuida hoje de suas preocupações e ansiedades e de seu coração vacilante, mas não quer que esses sentimentos deter­minem o que você crê, o que faz ou no que venha a se tornar.

Jesus disse aos discípulos: "Não temais, ó pequenino rebanho; porque vosso Pai se agradou em dar-vos o seu reino" (Lc 12:32).

Josué lhe diria que, sejam quais forem seus sentimentos, o que interessa é a verdade: Você não está sozinho. Deus lutará por você. E você pode continuar, apesar de quaisquer temores que tenha para tomar posse do terreno que Deus está lhe dando.

Extraído do livro A Oração de Jabez de Bruce Wilkinson e David Kopp

Por Lidiomar

Graça e Paz