sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

SEJA SOBRENATURAL E VENÇA OS DESEJOS DA CARNE

Enquanto o fruto do Espírito é um e indivisível, as obras da carne são mais de uma. As obras da carne podem ser caracterizadas como pecados da carne, pecados ligados à religião pagã, pecados de temperamento e pecados de embriaguez.

Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, fornicação, impureza, lascívia, Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus. (Gl 5:19-21)

Existem dois fatores principais que norteiam o comportamento humano: pensamento e sentimento. Via de regra, nós fazemos o que achamos certo ou o que queremos fazer. As crises de consciência ocorrem quando desejamos o que condenamos, ou não queremos fazer o que acreditamos que deve ser feito.

O problema maior e mais complicado é que nossos desejos são pérfidos, perversos, são decaídos e pecaminosos, contrários à essência e ao desejo de Deus. E, nossos pensamentos são egoístas, são egocêntricos, individualistas, mesquinhos, destrutivos.

Em suma: somos pecadores, e vendidos sob a escravidão do pecado: “... Eu não conheci o pecado senão pela lei; porque eu não conheceria a concupiscência, se a lei não dissesse: Não cobiçarás. Mas o pecado, tomando ocasião, pelo mandamento operou em mim toda espécie de concupiscência; porquanto onde não há lei está morto o pecado”. (Rm.7.7, 8)

Personalidade é o conjunto de certo e errado, de bom e de ruim, de bonito e feio, de louvável e reprovável que cada ser humano tem dentro de si.

O que ocorre, e isto precisa ficar claro, é que tais valores são "incorretos", estão todos impregnados com alguma coisa nojenta aos olhos de Deus chamada 'pecado'. Então, quando o ser humano peca, quando faz alguma coisa que seja errada ou condenável pela Bíblia, nada estará fazendo contrária à sua natureza. Gritar, xingar, amaldiçoar, mentir, aproveitar-se da situação, roubar, e coisas tais, são inerentes à condição humana.

O NATURAL É COMETER PECADO, E TER AS OBRAS DA CARNE PRESENTES EM NOSSA VIDA. O SOBRENATURAL É VENCER A CARNE.
É por isso que a Bíblia diz em Mateus 11:12 que “Desde os dias de João Batista até hoje se faz violência ao reino dos céus e, pela força se apoderam dele”. “Os que andam em espírito, não se curvam aos desejos da carne” (Gl. 5.16)

Se não lutarmos contra a nossa natureza vil e perversa, seremos dominados por ela, e as obras da carne se farão presentes em nossa vida.

Quando as obras da carne se fazem presentes em nossa vida, significa que nosso espírito carnal está dominando nosso ser. Então, o Espírito de Deus se entristece, deixando-nos um vazio, e uma angústia em nossas almas e em nossos corações.

É necessário que você saiba que a carne (espírito carnal, decaído) deve ser extirpada, ou vai tirá-lo da igreja, afastá-lo do Senhor e levá-lo ao inferno mais cedo ou mais tarde.

Lidiomar T. Granatti

Por Litrazini


Graça e Paz