sexta-feira, 28 de setembro de 2018

MAIS DO QUE PODEMOS IMAGINAR


E o faraó prosseguiu: “Entrego a você agora o comando de toda a terra do Egito”. Em seguida o faraó tirou do dedo o seu anel de selar e o colocou no dedo de José. Mandou-o vestir linho fino e colocou uma corrente de ouro em seu pescoço. (Gênesis 41.41-42)

Paulo está absolutamente correto quando diz que Deus “é capaz de fazer infinitamente mais do que tudo o que pedimos ou pensamos” (Ef 3.20). No entanto, as nossas orações tendem a ser fracas e vazias.

José não ousou pedir o que ele, ao final, recebeu. Seu coração estava como um caniço quebrado ou um pavio fumegante. Seu gemido era como fumaça que se levanta direto para o céu.

Seu coração era um verdadeiro incensário! O doce aroma que vem de um coração humilde e suplicante agrada a Deus. Apesar de José poder ter sentido como se estivesse morrendo, seu gemido não causou nenhum prejuízo verdadeiro.

Fique firme. Deus permanecerá fiel. Não se desespere. Agarre-se à verdade que o salmista proclama: “Espere no Senhor. Seja forte! Coragem! Espere no Senhor” (Sl 27.14). O Senhor não apagará um pavio fumegante, mas, em vez disso, fará com que ele arda em brasas fortemente. Ele não esmagará o caniço quebrado, mas o fortalecerá (Is 42.3).

Deus deseja nos dar mais do que pedimos, não apenas responder às nossas orações fracas.

José não pediu mais do que ser resgatado, ser liberto da prisão e devolvido ao seu pai. Deus, no céu, deixou que ele fizesse aquela oração por um longo tempo.

Na verdade, Deus estava dizendo: “Você não sabe o que está pedindo [Mt 20.22]. Eu darei a você infinitamente mais do que tudo o que você pede ou imagina [Ef 3.20]. É por isso que você terá de esperar um pouco mais. Eu quero mais da fumaça que sobe direto para o céu”.

Porém, mais tarde, José recebeu o que nunca poderia ter imaginado. Ele nunca teria tido a confiança ou a coragem de pedir o que recebeu.

Devemos reconhecer que a sabedoria, graça, misericórdia e poder de Deus certamente estão conosco, assim como estavam com José. Entretanto, Deus geralmente não as dá a nós do modo como as pedimos.

Retirado de Somente a Fé - Um Ano com Lutero. Editora Ultimato.

Por Litrazini
Graça e Paz