sábado, 29 de setembro de 2018

PASSOS PARA A LIBERTAÇÃO


FECHAR A PORTA - Para a libertação total, e necessário que a pessoa vigie, que seja íntegra, em todas as áreas da sua vida... Que viva uma vida de santidade, na presença do Senhor. Que seja sincera! Não se pode deixar nenhuma brecha ou porta aberta para as investidas de Satanás.
No mundo espiritual, estas brechas ou portas se constituem em concessão para a atuação de Satanás. A bíblia diz que o diabo vive ao derredor, rugindo como leão, procurando a quem possa tragar... Se ele acha a porta aberta, ele entra sem pedir licença!
INTEGRIDADE - significa ser uma pessoa de bom caráter, honesta, idônea, equilibrada, de bons princípios (Jô 1:8).
SANTIDADE - é abster-se de todo pecado, separar-se do mundo e achegar-se mais a Deus(I Pe 1:14-16).
SINCERIDADE - É evitar a falsidade, a mentira, o engano, ser transparente! Chamar o pecado de pecado! Enquanto não enumerei os meus pecados, adoeci (Sl 32:3). A minha alegria se transformou em tristeza. (Sl 51:12).

ARREPENDIMENTO - O principal elemento necessário para ser liberto é o genuíno arrependimento. Mas, o que é arrependimento? (Atos 3:19). Sentir dor profunda. É envergonhar-se do pecado! É decidir-se a abandonar de vez o pecado! Não adianta dizer: "Puxa, eu não deveria ter feito" (e voltar a fazer novamente).
O verdadeiro arrependimento leva a pessoa a assumir a culpa, a responsabilidade pelo seu pecado, e não ficar tentando justificar a atitude pecaminosa, com desculpas esfarrapadas, como: "Ah! É por causa disso, é por causa daquilo ..." O  verdadeiro arrependimento gera a genuína libertação. (Pv 28:13).
A pessoa arrependida sente verdadeira dor pelo pecado porque sabe que , enquanto durou o pecado, sua comunhão com Deus foi estragada. Para qualquer mudança acontecer, é preciso sentir uma dor profunda. Essa dor deve-se ao reconhecimento de que o seu pecado ofendeu a Deus, e causou também danos às pessoas próximas (Lucas 15:18). Quando o pecado é lembrado com dor, aí há cura.

RENÚNCIA - Todo pecado tem que ser renunciado (Tg. 4:7). Lembra onde está a brecha? Então, para que essa brecha seja fechada, é necessário que haja uma renúncia. Precisamos aprender a viver como santos. É preciso cortar o mal pela raiz.

CONFISSÃO - Pecado têm que ser declarado um a um: Eu fiz isto, desta forma, "x vezes". (Sl 32;3-4). Davi disse: Todos os meus pecados eu te declarei. (Sl 32:5 / Sl 51).

PRINCÍPIOS PARA RECEBER A LIBERTAÇÃO
1. Sentir necessidade - reconheça que precisa de libertação (Sl 51:3).
2. Arrepender-se de todo pecado.
3. Não ter medo da libertação - o medo amarra você, impedindo a sua libertação (II Tm 1:7 / I Jo 4:4).
4. Lute pela sua libertação - Não há poder maior do que o poder de Deus.
5- Todo pacto, compromisso, aliança, que estiver vivo na sua memória deve ser renunciado - Declare que você agora pertence ao Senhor Jesus.

ORAÇÃO DE LIBERTAÇÃO
Leia, memorize, e tome posse das bênçãos e verdades contidas nos textos de (Gl 3:13-14 / II Cor 5:21 / Rm 8:1-3). Depois ore a Deus em voz alta, uma oração positiva declarando pela fé a tua vitória, com base nas verdades contidas nos textos lidos. Declare, nesta oração que agora você é uma nova pessoa, vitoriosa em Cristo. Você pode citar também outros textos da palavra, como desejar.       

Fonte: comunidade shekinah

Por Litrazini
Graça e Paz