sábado, 17 de novembro de 2018

UMA QUESTÃO DE FÉ, RECLAMANDO SUA HERANÇA


Dê tempo à Palavra de Deus para derramar a sua vida em você e inundar o seu corpo. Ande pela estrada da vida dizendo: “A Palavra está sendo edificada em mim. Mediante a fé e a paciência eu herdo as promessas”. A Sua Palavra lhe dará força e perseverança, mesmo que as suas pernas espirituais estejam doendo e você tenha vontade de desistir.

Permita que a semente lance raízes, produza vida e fruto. Enquanto caminha, Deus espera ver você dois elementos importantes: fé e confissão.

A FÉ É ESSENCIAL À CURA? Absolutamente sim. A sua fé deve crescer e aumentar diariamente, se quiser receber a sua herança.

O Senhor freqüentemente curou homens e mulheres quando se aproximaram dele com fé. Outras vezes, movido pela compaixão, o Senhor Jesus curou sem que lhe pedissem especificamente. Houve ainda outras vezes no ministério do Senhor Jesus em que não era o momento de curar uma pessoa.

O elemento de fé, como uma chave para a cura, está acima de qualquer explicação.

Em Cafarnaum, “E eis que lhe trouxeram um paralítico deitado numa cama. E Jesus, vendo a fé deles, disse ao paralítico; Filho, tem bom ânimo: perdoados te são os teus pecados” (Mt 9.2). Ele viu a fé que aqueles homens tinham ao carregar o paralítico, e sentiu compaixão. Momentos mais tarde, o homem foi totalmente curado, mas só depois de seus pecados serem perdoados.

Além disso, temos na Bíblia exemplos de indivíduos se aproximando de Jesus determinados a receberem cura. A mulher com o fluxo de sangue enfrentou o obstáculo da multidão ao redor de Jesus. Ela estava tão decidida a ser curada, que libertou sua fé, abriu caminho até chegar a Jesus, tocou suas vestes e recebeu a cura. Nos primeiros dias do meu ministério, Deus abriu meus olhos para este fato: As pessoas podem receber milagres por estarem decididas a receber a sua herança.

A FÉ DESEMPENHA UM PAPEL VITAL NA CURA E O MESMO ACONTECE COM A CONFISSÃO.

A confissão sem o Espírito Santo não passa de palavras vãs. Gênesis 1.2 declara: “E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas”. O v.3 continua: “E disse Deus: Haja luz. E houve luz”. Imagine, o próprio Deus não falou enquanto o Espírito Santo se movia. Falar a Palavra de Deus sem o movimento do Espírito Santo é inútil.

O Salmo 91.1,2 afirma novamente a importância da confissão: “Aquele que a habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará. Direi do Senhor: Ele é o meu Deus, o meu refugio, a minha fortaleza, e nele confiarei”. Vemos aqui que devemos repousar na presença de Deus para confirmar as Suas promessas.

Descobri que a confissão concede ao nosso espírito domínio sobre o nosso corpo e nossa mente. A Escritura nos adverte, porém que “estás preso com as palavras da tua boca” (Pv 6.2). Você é capturado e dominado pelas suas palavras e o mesmo acontece com o seu espírito.

E importante que as palavras certas predominem em sua vida. Você deve falar a Palavra de Deus de pleno acordo com o Pai. Confessar as suas promessas em voz alta é simplesmente concordar com Ele.
Você diz: “Tentei isso, mas não obtive resultados”,. Precisamos reter a nossa confissão e não soltá-la.

“Tendo, pois, a Jesus, o Filho de Deus, como grande sumo sacerdote que penetrou os céus, conservemos firmes a nossa confissão” (Hb 4.14). A Palavra nos diz: “Retenhamos firmes a confissão da nossa esperança; porque fiel é o que prometeu” (Hb 10.23).

Em Romanos 10.10 lemos, “...com a boca se faz confissão para a salvação”. É nesse ponto que muitas pessoas param. Elas creem que isso só tem a ver com o momento em que declaramos que Jesus é Senhor.

Somos instruídos para “reconhecer” a nossa fé, “confessá-la” e “retê-la”. Até o salmista falou sobre isso. “Aquele que me oferece sacrifício de louvor me glorificará; e àquele que bem ordena o seu caminho eu mostrarei a salvação de Deus” (SI 50.23). A sua conversa deve estar de acordo com a Palavra. E quando estiver você verá a salvação de Deus.

Todavia, somente as suas palavras, em separado do movimento do Espírito em seu coração, não irão produzir por si mesmas a sua herança.

A confissão dá ao seu espírito a autoridade de Deus e você conhecerá o poder de cura de Deus.

Por que é necessário que você continue confessando? Porque Deus é fiel às suas promessas. Quando você vê ao longe a promessa, esse é o momento de confessar, crer, andar, ver e amar a promessa.

Deixe que a Palavra encha e edifique você. E um dia, muito breve, receberá a sua herança

Extraído do livro Senhor, Preciso de um milagre de Benny Hinn

Por Litrazini
Graça e Paz