segunda-feira, 2 de setembro de 2019

COMO ENFRENTAR TEMPESTADES


Quem sabe você está enfrentando algum temporal em sua vida. Caso esteja você precisa aprender algumas coisas acerca das tempestades para poder vencê-las ou passar por elas sem afundar. Tempestades sempre aparecem. É impossível viver sem elas. Então, quando elas aparecem:

1.Se puder, não enfrente a tempestade, amarre o barco da sua vida em um porto seguro e espere a tempestade passar.
2.Se estiver em meio a uma tempestade, procure logo abrigo - Nenhum é melhor do que Cristo.
3.Quando não der para buscar abrigo imediatamente, enfrente a tempestade. Se ficar se lamentando ou sem fazer nada o barco afunda. Reme com todas as suas forças, ficar parado não vai tirar você do meio do temporal.
4.Não tenha medo. Assim diz o Senhor, Eu estou contigo. Deus não nos deu espírito de medo, mas de coragem, poder, amor e domínio próprio.
5.Peça ajuda, é mais fácil sair da tempestade com mais alguém remando ao seu lado.
6.Alivie o barco da sua vida. Um barco pesado, que carrega responsabilidades, dívidas, preocupações e coisas desnecessárias, afunda mais facilmente.
7.Os grandes marinheiros sabem usar os ventos contrários a seu favor. Aprenda a lidar com a tempestade. Nem sempre ela aparece para nos afogar, mas para mudar o rumo da nossa vida.
8.Não esqueça que toda tempestade passa. No mesmo jeito que elas aparecem, somem de repente.
9.Quando a tempestade for maior do que sua capacidade de lidar com elas, lembre-se que você serve ao Cristo que os ventos e o mar obedecem. Jesus acalma as tempestades da vida. Descanse em Jesus, ele vai guiar seu barco a salvo para terra firme.  Dependa de Deus e não de você mesmo.
10.Não queira viver apenas em calmarias. Calmaria não leva você a lugar nenhum, são as tempestades que fazem os grandes barcos.
11.Nenhuma tempestade, por pior que seja, por mais perigosa que seja, por mais violenta que seja, pode afundar o menor dos barcos se não entrar dentro dele. Logo, não permita que as tempestades entrem em você.

Dr. Silmar Coelho

Por Litrazini
Graça e Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário