terça-feira, 8 de junho de 2021

ALEGRIA COMO IMAGEM E SEMELHANÇA DE DEUS

A narrativa da criação do mundo (Gn 1) contém uma frase que se repete ao termino de cada dia: Viu Deus que isso era bom.

A criação do mundo, parte por parte, deu prazer a Deus. No primeiro dia, Ele não olhou para o que restava e se lamentou. Antes, Ele se alegrou no que já tinha feito. Sua atitude é diferente de muitos de nós, pessimistas profissionais, sempre a lamentar o que falta ser feito.

Deus é alegre. Ao relembrar a promessa divina ao seu povo, prestes a entrar na terra prometida, Moisés afirmou: O Senhor teu Deus te fará prosperar grandemente em todas as obras das tuas mãos, no fruto do teu ventre e no fruto dos teus animais e no fruto do teu solo, porquanto o Senhor tornará a alegrar-se em ti para te fazer bem, como se alegrou em teus pais (Dt 30.9).

Onde Deus está, há honra e majestade, mas também força e alegria (1Cr 16.27). Na presença dEle, há plenitude de alegria (Sl 16).

Esta marca do caráter de Deus é reafirmada por ocasião do batismo de Jesus Cristo. Batizado que foi Jesus, saiu logo da água; e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito Santo de Deus descendo como uma pomba e vindo sobre ele; e eis que uma voz dos céus dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo, isto é, em quem me alegro, em quem tenho prazer (Mt 3.17)

Jesus disse que no céu há alegria quando um pecador se arrepende (Lc 15.7).

O mesmo Jesus informou a motivação a sua pregação: para que seus discípulos (os ontem e os de hoje) tenham a minha alegria completa em si mesmos (João 17.13).

Como imagem e semelhança de Deus, nós devemos ser alegres. A propósito, a palavra alegria (na forma substantiva, verbal e adjetivo), com seus sinônimos, aparece na Bíblia aos milhares, na certeza que o coração alegre aformoseia o rosto; mas pela dor do coração o espírito se abate (Pv 15.13).

Devemos adorar a Deus com a mesma atitude do poeta bíblico: Irei ao altar de Deus, a Deus, que é a minha grande alegria; e ao som da harpa te louvarei, oh Deus, Deus meu (Sl 43.4).

Nossa vida precisa estar en da alegria que vem de Deus.

Alguns justificam a sua tristeza com os problemas dos outros. Como posso ser alegre, se há pessoas famintas? Esdras e Neemias respondem: "levem porções aos que não têm nada e festejem".

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz

  

Nenhum comentário:

Postar um comentário