terça-feira, 15 de junho de 2021

COMPROMISSO DO CRISTIANISMO

A vida cristã é aquela vivida no Espírito Santo. Na verdade, a vida cristã só é possível no Espírito. Fora dEle, nossa vida é como a de qualquer pessoa.

A maioria de nós é adepta da indiferença pacífica. Jesus pregou a resistência pacífica ao mal, quando pediu que oferecêssemos o outro lado do rosto à bofetada. Nós inventamos a indiferença pacífica. Se Fulano não é simpático comigo, não serei simpático com ele e nada lhe fico devendo.

Devemos tratar os outros como Deus os trata. É olhar para os outros como Deus os olha. Trata-se de tarefa difícil, mas, como temos dito, o Cristianismo é compromisso de difícil execução.

A benignidade é um dom de Deus, produzido pelo Espírito. Nosso modelo, nesta caminhada, é o próprio Deus, que é benigno. Segundo a Bíblia, Ele é benigno porque sua misericórdia para conosco não depende de nossa fidelidade ou de nossa gratidão. E este deve ser o nosso modelo, por mais antinatural que seja..

A natureza é uma extensão da benignidade divina. Naqueles momentos em que você se sentir esquecido por Deus, olhe a natureza. Olha tudo. Deus fez a natureza para seus filhos e isso inclui você.

Somos salvos pela benignidade do Pai, ao nos dar Seu Filho, sem esperar nada em troca, para que nós tivéssemos vida. Não podemos fazer o mesmo, mas podemos aceitar esta oferta de Deus e podemos falar da salvação.

Deus, por meio do Espírito Santo, cuida de nós, como Parácleto, que podemos assemelhar a uma coluna, onde podemos nos apoiar. Este cuidado se expressa em suas orientações, contidas na Bíblia, para nós, ela que é luz para os nossos caminhos (Sl 119.105). Este cuidado se expressa no livramento na hora da aflição

O modelo de nossa benignidade é o comportamento de Deus. Ele, por exemplo, manda o sol e a chuva para justos e injustos (Mt 5.45). Não é justo este comportamento; não é justo, mas é benigno. Sem o Espírito, somos apenas justos, no sentido da justiça retribuitiva, nunca benignos.

A benignidade de Deus é para ser imitada por nós: “... Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados; e andai em amor, como também Cristo nos amou e se entregou a si mesmo por nós, como oferta e sacrifício a Deus, em aroma suave. (Ef 4.31-32; 6.1-2)

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

Nenhum comentário:

Postar um comentário