sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

COMO PODEMOS DESENVOLVER O FRUTO DO ESPÍRITO.


Quem tem o Espírito de Deus dentro de si precisa frutificar tal como o galho enxertado na videira (João 15; Rom.11).

O fruto do Espírito não é uma faculdade para o cristão. Não é ele quem decide se deve ou não exprimir esse fruto.

Caso seja incapaz de dar frutos, o cristão será arrancado fora do galho: “Disse então ao viticultor: Eis que há três anos venho procurar fruto nesta figueira, e não o acho; corta-a; para que ocupa ela ainda a terra inutilmente? Respondeu-lhe ele: Senhor, deixa-a este ano ainda, até que eu cave em derredor, e lhe deite estrume; e se no futuro der fruto, bem; mas, se não, cortá-la-ás.Jesus estava ensinando numa das sinagogas no sábado” Lc.13:7 a 10.

Fé e sabedoria caminham juntas. O fruto do Espírito é algo que somente o Espírito Santo pode produzir na vida do cristão. Desse modo, á medida que vivemos em obediência aos mandamentos de Deus, o fruto cresce e se desenvolve em nossa vida.

As Escrituras nos ajudarão a responder como o Senhor faz para produzir o fruto do Espírito na nossa vida.

O Salmo 1, compara o homem de Deus com uma árvore plantada às margens de um rio: “O seu prazer está na lei de Deus, e nesta lei ele medita dia e noite. Esse homem é como uma árvore que cresce na beira do riacho; ela dá frutas no tempo certo” (Sl.1.2,3).

Nesta passagem, dar fruto está relacionado diretamente à importância que a Palavra de Deus tem para nós (observe que não está escrito lê, mas medita).

À medida que lemos e meditemos na Bíblia, o Espírito Santo – que inspirou a Bíblia, como sabemos – vai nos convencendo de pecados que precisam ser erradicados e nos dirige ao padrão de vida que Deus quer para nós.

Sem a Palavra de Deus não pode haver crescimento espiritual duradouro nem produção de fruto em nossa vida.

Por Litrazini
Graça e Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário