segunda-feira, 4 de outubro de 2021

NOVOS HORIZONTES DE ALEGRIA E SATISFAÇÃO

“Não ameis o mundo nem as cousas que há no mundo. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele.” (1Jo.2.15) Não é possível ficarmos com um pé no Reino de Deus e outro no mundo

Nossa natureza humana contaminada pelo pecado exige os prazeres, as emoções, os estímulos, o conforto e a tranquilidade que este mundo pode proporcionar, ignorando as necessidades do espírito.

Uma forma de ser fortalecido na pratica a oração é aprender a deleitar em conversar com Deus, isto é, envolver e absorver na comunhão e nos deixar fascinar por ela.

No início, o mais provável é que nos sintamos cansados e enfastiados, em vez de fascinados. Mas, não desistamos. Podemos, sim, aprender a ter prazer na oração.

Deus fica feliz por estarmos orando e, deseja nos auxiliar, se perseverarmos. Ao aprendermos a ter prazer na oração, a nossa comunhão com Deus abre novos horizontes de alegria e satisfação

A medida que formos largando os vícios da carne, iremos abrindo espaço para as coisas do Espírito, cada vez que dissermos “não” à carne, daremos ao Espírito de Deus mais um pouco de nós mesmos.

Estando em Cristo e obedecendo ao Senhor, pela operação do Espírito Santo em nossa vida, vamos nos tornando outra pessoa.

Esqueçamos o que fizemos de bom ou mau, alegremo-nos em sua presença e deixemos que Ele opere em nós.

Cada vez que dissermos “não” à carne e nos submetermos à sua vontade, nos tornaremos mais fortes em espírito e um pouco mais semelhantes a Cristo. Assim Ele vai nos transformando à sua imagem, fazendo de nós seus embaixadores.

Deus nos recompensará por todo o serviço que lhe prestarmos. Se fielmente obedecermos a seu Filho, Ele nos concederá bênçãos eternas. Poderá inclusive dar-nos algumas delas ainda aqui na terra.

“Tudo quanto o Pai tem é meu; por isso é que vos disse que há de receber do que é meu e vo-lo há de anunciar.” (Jo. 16.15).

O Espírito nos dá aquilo que pertence a Cristo. “Portanto, meus amados irmãos, sede firmes, inabaláveis, e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão” (I Co 15.58)

Lidiomar T. Granatti / Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

Nenhum comentário:

Postar um comentário