quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

PORQUE AMAR A DEUS

“Nós amamos porque ele nos amou primeiro” (I Jo 4.19). Se não fosse essa revelação de Deus a seu respeito o cristão sentiria por ele aquilo que sentem os que não o conhecem: medo, respeito, e pavor.

O cristão ama a Deus porque ele é seu Pai criador, assim como o sentimento humano leva o filho a amar seu pai terreno, da mesma forma ele gera no coração do cristão o amor para com seu pai eterno.

É porém, o amor revelado em Cristo na cruz para a redenção humana a maior força para atrair a pessoa a amar a Deus.

É um mandamento, que se inicia com o verbo AMARÁS. Apesar de Deus não ter necessidade, ele deseja ser amado pelos seus filhos.

Ele quer que o ser humano se relacione com ele em termos de amor, o único tipo de relacionamento que é natural ao modo de ser do próprio Deus.

O primeiro benefício do amor de Deus é que a pessoa se reveste de uma nova alegria em sua vida. Há um novo prazer na alma e seu relacionamento com Deus supera qualquer experiência religiosa que possua quem não tem tal amor.

Aquilo que antes eram deveres religiosos se torna motivo de festa, desaparecem todas suas impressões de obrigatoriedade e tudo se torna novo.

Este amor se reflete na vida diária do adorador. Seu relacionamento se fundamenta e fortifica no amor. Sua conduta passa a ser orientada por novos critérios. Há uma nova forma de considerar as suas posses e de entende-las como posses do próprio Deus.

O amor a Deus é a mola que faz desabrochar um novo estilo de vida, todo um novo estado de sentimentos interiores. É um novo fato para a existência. É por isso que Jesus declarou ser este o maior, o principal e o primeiro de todos os mandamentos.

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

Nenhum comentário:

Postar um comentário